PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

Câmara quer votar autonomia do BC, lei cambial e temas relacionados às vacinas na próxima semana

Câmara quer votar autonomia do BC, lei cambial e temas relacionados às vacinas na próxima semana -  Luís Macedo/Câmara dos Deputados
Câmara quer votar autonomia do BC, lei cambial e temas relacionados às vacinas na próxima semana Imagem: Luís Macedo/Câmara dos Deputados

Por Maria Carolina Marcello

04/02/2021 17h42

A Câmara dos Deputados pretende votar, na próxima semana temas prioritários como a autonomia do Banco Central, o projeto da nova lei cambial e ainda medidas relacionadas à facilitação do acesso às vacinas contra a Covid-19, além da criminalização dos chamados fura-fila, informou o líder do DEM na Casa, Efraim Filho (PB).

O deputado participou de reunião de líderes, a primeira realizada pelo novo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), para a definição da pauta da próxima semana. Durante o encontro, também foi abordada a urgência da discussão sobre uma forma de distribuir renda aos mais atingidos pela pandemia do coronavírus.

"Para a próxima semana, (foram acertados) alguns projetos que já vinham sendo tratados com prioridade: a nova lei cambial, a autonomia do Banco Central, super endividamento... temas que dizem respeito à questão da criminalização do uso fraudulento, dos 'fura-fila' de vacinas, então todos esses temas que dizem respeito à pandemia, também na prioridade", disse o líder a jornalistas após a reunião.

"O retorno do auxílio emergencial é prioridade. É preciso colocar o pão na mesa da família de muitos brasileiros. O grande dilema é encontrar qual o espaço no Orçamento e qual a viabilidade do ponto de vista da responsabilidade fiscal", acrescentou o líder, questionado sobre o tema.

Também ficou acertada a retomada gradual do funcionamento das comissões permanentes em março. Segundo Efraim, Lira ainda discutirá com cada líder a composição das comissões. Um dos temas que tem provocado controvérsia diz respeito à possibilidade de a deputada Bia Kicis (PSL-DF) presidir a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa.

PUBLICIDADE