PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Preços do petróleo caem após rali recorde; Opep e IEA alertam para demanda

11/02/2021 18h07

Por Scott DiSavino

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo recuaram nesta quinta-feira, encerrando uma sequência recorde de ganhos, após tanto a Opep quanto a Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) afirmarem que novos lockdowns e o surgimento de variantes do coronavírus reduziram as perspectivas de uma rápida recuperação na demanda.

Os contratos futuros do petróleo Brent fecharam em queda de 0,33 dólar, ou 0,5%, a 61,14 dólares por barril, enquanto o petróleo dos Estados Unidos (WTI) recuou 0,44 dólar, ou 0,8%, para 58,24 dólares o barril.

Na quarta-feira, o Brent havia engatado a nona sessão consecutiva de altas, igualando a sequência recorde de ganhos vista pela última vez em janeiro de 2019 --que também ocorrera em abril e setembro de 2007. O WTI, por sua vez, teve uma série de oito altas seguidas, mais longa sequência desde janeiro de 2019.

Ambas as referências terminaram a quarta-feira nos níveis mais altos desde janeiro de 2020, e nesta quinta permaneceram em território de sobrecompra, com o Índice de Força Relativa (RSI, na sigla em inglês) acima de 70 pelo oitavo dia consecutivo.

"Os preços do petróleo estão dando uma pausa... A disparada de fevereiro colocou os preços acima de níveis que alguns analistas pensavam que só poderiam ser atingidos daqui alguns anos", disse Edward Moya, analista sênior de mercado da OANDA em Nova York.

A demanda global por petróleo terá em 2021 uma recuperação mais lenta do que se esperava anteriormente, segundo a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep). Já a IEA afirmou que a oferta global da commodity ainda supera a demanda, mas que as vacinas contra a Covid-19 devem ajudar na recuperação da demanda.

(Reportagem adicional de Bozorgmehr Sharafedin, em Londres, e Naveen Thukral, em Cingapura)

PUBLICIDADE