PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Ações terminam em baixa com rendimentos elevados e preocupações com inflação

17/02/2021 14h39

Por Sagarika Jaisinghani e Ambar Warrick

(Reuters) - As ações europeias recuaram ante máximas em quase um ano nesta quarta-feira, já que preocupações em torno de um possível salto na inflação e o aumento dos rendimentos dos títulos provocaram uma retração nos ativos sensíveis a risco, enquanto a proprietária da Gucci, Kering, liderou as perdas após registrar queda nas vendas.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,7%, a 1.603 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,74%, a 416 pontos.

O índice britânico de mid-caps FTSE 250 recuou 1,3% após dados mostrarem que a inflação do Reino Unido subiu um pouco mais do que o esperado em janeiro.

A possibilidade de um pico de inflação no curto prazo, bem como o aumento dos rendimentos da dívida, fez com que os investidores precificassem as chances de um aperto da política monetária por parte dos principais bancos centrais, o que, por sua vez, poderia pesar sobre os ativos sensíveis a risco.

As ações do conglomerado francês Kering lideraram as perdas no STOXX 600, depois que a empresa disse que as vendas de sua marca Gucci caíram 10,3% no quarto trimestre.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,56%, a 6.710,90 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 1,10%, a 13.909,27 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,36%, a 5.765,84 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 1,12%, a 23.178,56 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,38%, a 8.122,70 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,16%, a 4.822,12 pontos.

PUBLICIDADE