PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Produção de refinarias na China cresce 15% em janeiro e fevereiro com sólida demanda

15/03/2021 08h28

Por Chen Aizhu e Muyu Xu

PEQUIM (Reuters) - O processamento diário em refinarias da China subiu 15% nos dois primeiros meses do ano, a partir de uma baixa base no ano passado, com a demanda por combustíveis continuando sólida e refinarias correndo para elevar a produção antes de uma temporada de manutenção.

O processamento nas refinarias atingiu 114,24 milhões de toneladas no período janeiro-fevereiro, mostraram dados do Escritório Nacional de Estatísticas nesta segunda-feira, o equivalente a cerca de 14,13 milhões de barris por dia. A agência não divulgou números em separado para os meses.

O ritmo das refinarias é praticamente o mesmo que em dezembro de 2020, e acima dos 12,07 milhões de bpd em janeiro-fevereiro de 2020. Ele também supera os 12,68 milhões de bpd registrados nos dois primeiros meses de 2019.

As refinarias da China cortaram produção no primeiro trimestre do ano passado devido à rápida disseminação do coronavírus e seu impacto sobre a demanda por combustíveis.

Mas o consumo de combustíveis refinados na China teve uma forte recuperação da fraqueza induzida pela Covid à medida que a economia retomava e o governo ajudava com estímulos.

O crescimento do processamento das refinarias deve desacelerar no segundo trimestre de 2021, com unidades independentes parando para manutenção em meio a margens de lucros mais fracas à medida que os preços do petróleo avançam.

Os últimos dados também mostraram que a produção de petróleo da China nos dois primeiros meses do ano subiu 0,4% na comparação anual, para 32,08 milhões de toneladas, ou 3,97 milhões de barris por dia (bpd). Isso se compara a uma média de 3,89 milhões de bpd em 2020.

A produção de gás natural da China cresceu 13,5% em janeiro-fevereiro em base anual, para 34,8 bilhões de metros cúbicos.