PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Austrália vê recorde de US$104 bi em exportação de minério de ferro neste ano fiscal

29/03/2021 16h48

MELBOURNE (Reuters) - A Austrália espera registrar um recorde de 136 bilhões de dólares australianos (103,85 bilhões de dólares) em exportações de minério de ferro no atual ano fiscal, à medida que a indústria siderúrgica global se recupera da desaceleração causada pela Covid-19, indicou um relatório do governo local nesta segunda-feira.

A exportação mais valiosa do país deve gerar mais de 100 bilhões de dólares por ano nos próximos cinco anos, diante de um aumento na exploração de minério de ferro na região de Pilbara, na Austrália Ocidental, por mineradoras como BHP, Rio Tinto e Fortescue.

Além disso, os ganhos com as exportações de novos materiais de energia, como cobre, lítio e níquel, devem compensar as menores contribuições dos embarques de carvão para térmicas, de acordo com relatório do Departamento da Indústria australiano.

Os embarques de minério de ferro devem avançar de 900 milhões de toneladas em 2020/21 para 1,1 bilhão de toneladas em 2025/26, com o país esperando manter sua participação dominante no mercado mesmo em meio à recuperação da oferta brasileira.

A Austrália conseguiu, em grande parte, encontrar novos mercados para seu carvão metalúrgico, após restrições informais da China sobre as importações australianas --que persistem neste ano e que devem reduzir os valores dos embarques de 35 bilhões de dólares australianos para 23 bilhões de dólares australianos.

O relatório ainda estimou que as exportações de gás natural liquefeito (GNL) do país recuaram para 33 bilhões de dólares australianos na temporada encerrada em 30 de junho, ante 48 bilhões de dólares australianos no ano fiscal anterior, enquanto os embarques de carvão térmico foram avaliadas em 15 bilhões de dólares australianos, versus 21 bilhões no ano passado.

Já as exportações australianas de ouro devem avançar de 25 bilhões de dólares australianos para 29 bilhões de dólares australianos neste ano, e os embarques de cobre de 10 bilhões para 12 bilhões de dólares australianos.

(Reportagem de Melanie Burton)