PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Ações europeias registram pior dia em uma semana com aumento das preocupações com inflação

19/05/2021 14h00

Por Sruthi Shankar e Shreyashi Sanyal

(Reuters) - As ações europeias registraram sua pior queda diária em uma semana nesta quarta-feira, acompanhando a fraqueza em Wall Street à medida que os investidores se preocupavam com o aumento das pressões inflacionárias, que podem elevar as chances de um aperto antecipado da política monetária.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 1,51%, a 1.681 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 1,51%, a 436 pontos, mas foi negociado menos de 2% abaixo da sua máxima histórica. Ações de mineradoras, viagens e tecnologia constituíram as principais perdas.

Um salto nas contas de eletricidade e gás e nos preços de roupas e calçados fez com que a inflação dos preços ao consumidor britânico mais que dobrasse em abril, mostraram dados nesta quarta-feira.

Autoridades do banco central esperam que o aumento seja temporário, mas os investidores estão preocupados com a possibilidade de que os aumentos de preços durem um período prolongado de tempo, forçando os bancos centrais a adotarem medidas de aperto monetário.

"As preocupações que você vê em torno da inflação e do início da alta dos rendimentos dos títulos de longo prazo, especialmente nos Estados Unidos, são preocupações em um nível global e terão impacto na Europa", disse Aaron Barnfather, gerente de portfólio de ações europeias da Lazard Asset Management.

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, afirmou na terça-feira que é "essencial que o apoio monetário e fiscal não seja retirado tão cedo".

. Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 1,19%, a 6.950,20 pontos.

. Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 1,77%, a 15.113,56 pontos.

. Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 1,43%, a 6.262,55 pontos.

. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 1,58%, a 24.486,69 pontos.

. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 1,23%, a 9.070,70 pontos.

. Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 1,11%, a 5.220,05 pontos.