PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

G7 pede que nações democráticas apoiem reforma do sistema de comércio mundial

28/05/2021 13h53

LONDRES (Reuters) - Os ministros do Comércio do Grupo dos Sete (G7) pediram que os países democráticos apoiem a reforma do atual sistema comercial mundial e, juntos, criticaram aqueles que comprometem esse sistema.

"Nós, os ministros do Comércio do G7, estamos unidos em nosso compromisso com o comércio livre e justo como princípios e objetivos fundamentais do sistema de comércio multilateral baseado em regras, bem como com a modernização das regras de comércio internacional", disseram eles em um comunicado emitido pelo Reino Unido, que detém a presidência rotativa do G7 neste ano.

Os membros do G7 disseram estar preocupados com "o uso crescente de políticas e práticas não mercantis" e miram aqueles que utilizam subsídios pesados, encobrem o envolvimento do Estado na economia e roubam tecnologia.

O comunicado não se referiu diretamente à China, mas membros como o Reino Unido acusaram Pequim de prejudicar o sistema de comércio multilateral utilizando todas as políticas mencionadas.

A China, membro da Organização Mundial do Comércio (OMC) desde 2001, nega as críticas do Reino Unido de que rouba propriedade intelectual, prejudica injustamente o meio ambiente ou comercializa indevidamente produtos feitos com trabalho forçado.

(Por William James)