PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Matérias-primas siderúrgicas despencam em Dalian por preocupações com demanda

08/07/2021 08h08

PEQUIM (Reuters) - Os contratos futuros do carvão metalúrgico e do coque negociados na China atingiram mínimas de um mês nesta quinta-feira, enquanto os preços do minério de ferro chegaram a cair até 3,6%, à medida que cortes de produção de aço em algumas usinas do país geraram preocupações com a demanda pelas matérias-primas siderúrgicas.

Uma grande produtora de aço do leste da China recebeu determinação de hibernar seus altos-fornos após uma inspeção do governo central, segundo Zhuo Guiqiu, analista da Jinrui Capital, que preferiu não revelar o nome da empresa.

A China prometeu controlar sua produção anual de aço a um nível mais baixo neste ano. O órgão estatal de planejamento do país já havia afirmado que conduziria inspeções de campo entre junho e julho.

Há temores crescentes de que a demanda por matérias-primas caia ainda mais, à medida que mais locais ampliam os controles de produção de aço, acrescentou Zhuo.

O contrato mais negociado do coque na bolsa de commodities de Dalian, para entrega em setembro, fechou em queda de 5,3%, a 2.472 iuanes (381,46 dólares) por tonelada.

Os futuros do carvão metalúrgico cederam 5,3%, a 1.831 iuanes/tonelada, menor patamar desde 9 de junho.

Já a referência do minério de ferro em Dalian apurou queda de 2,9%, a 1.188 iuanes por tonelada, após recuar até 3,6% mais cedo na sessão.

(Reportagem de Min Zhang e Shivani Singh)