PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

BCE debateu redução da compra de títulos em reunião de junho, mostra ata

09/07/2021 09h43

FRANKFURT (Reuters) - As autoridades do Banco Central Europeu (BCE) debateram um corte no volume de compra de títulos na reunião de 10 de junho, antes de concordarem em manter o nível elevado de estímulo, mostrou a ata do encontro nesta sexta-feira.

Enfrentando o aumento dos custos dos empréstimos em meio a uma recuperação ainda incipiente, as autoridades do BCE pareciam preocupadas que um afastamento antecipado do mercado pudesse elevar os rendimentos e sufocar o crescimento econômico, já que alguns setores importantes ainda não estão firmes o suficiente, mesmo que o crescimento esteja agora relativamente rápido.

"Em vista das melhores perspectivas para o crescimento e a inflação, e os riscos altistas associados, foi, no entanto, argumentado que, para fornecer o mesmo grau de acomodação, as compras de ativos deveriam ser reduzidas um pouco", disse o BCE.

Em última análise, no entanto, as condições de financiamento foram avaliadas como "muito frágeis" para permitir uma redução significativa no ritmo de compras sem o risco de um aumento desordenado nos rendimentos, acrescentou o BCE.

Mas os comentários da reunião de junho podem não fornecer uma orientação firme sobre o próximo movimento de política monetária do banco central, uma vez que a nova estratégia, divulgada na quinta-feira, será provavelmente a principal orientação para as decisões já na reunião do BCE de 22 de julho.

A nova estratégia fixou a meta de inflação do banco em 2%, desistindo de sua formulação anterior de "abaixo, mas perto de 2%", e sinalizou que períodos de baixa inflação, como os vividos atualmente, poderão exigir ações de política monetária mais persistentes.

(Por Balazs Koranyi)