PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Nova política monetária do BCE não tentará compensar inflação perdida, diz Weidmann

09/07/2021 10h33

FRANKFURT (Reuters) - O Banco Central Europeu (BCE) não tentará compensar a inflação perdida após períodos de crescimento fraco dos preços e não se esforçará para ultrapassar sua nova meta de 2%, disse o chefe do banco central alemão, Jens Weidmann, nesta sexta-feira.

O BCE divulgou uma nova estratégia na quinta-feira que fixa sua meta de inflação em 2%, abandonando o objetivo anterior de "abaixo, mas perto de 2%", vista como uma formulação desajeitada e ambígua.

Embora o BCE tenha afirmado que às vezes poderá exceder essa meta, Weidmann disse que isso não será um objetivo.

"Não estamos buscando taxas mais baixas ou mais altas", disse Weidmann, voz influente no Conselho de 25 membros. "Isso é importante para mim."

Investidores também estavam ansiosos para saber se o BCE seguiria uma estratégia que busca uma inflação mais alta após longos períodos de descumprimento da meta.

Weidmann, no entanto, rejeitou essa ideia.

"Não condicionamos nossa política monetária a metas não atingidas no passado: nossa estratégia continua direcionada para o futuro e leva em consideração o novo desafio de um efetivo limite inferior."

O BCE não atinge sua meta por quase uma década e suas projeções preveem inflação baixa para os próximos anos.

(Por Balazs Koranyi)