PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Refinaria da Petrobras Rnest inicia 1ª parada para manutenção de 45 dias

15/07/2021 13h30

Por Marta Nogueira

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Refinaria Abreu e Lima (Rnest), da Petrobras, em Pernambuco, iniciou sua primeira parada programada para manutenção desde que a unidade começou a operar em 2014, com previsão de duração de 45 dias, informou a petroleira estatal em nota à imprensa nesta quinta-feira.

Abreu e Lima tem capacidade instalada para processar 130 mil barris por dia, o que corresponde a 5% da capacidade total de refino de petróleo do país, segundo dados da empresa.

Quase 70% da produção da Rnest atualmente é de diesel com baixo teor de enxofre. A unidade produz ainda nafta, óleo combustível, coque verde, gás de cozinha (GLP) e gasolina.

Segundo a Petrobras, um planejamento realizado por ela garante o cumprimento dos compromissos comerciais de todos os derivados.

A demanda doméstica por óleo diesel, conforme a empresa, será atendida com estoques planejados e disponíveis na refinaria e eventuais necessidades poderão ser supridas por meio de recebimento de cabotagens ou até mesmo importações.

"Os demais produtos como a gasolina, GLP e QAV (querosene de aviação) não serão impactados pela parada geral da refinaria", disse a Petrobras.

A manutenção, segundo a empresa, visa o atendimento de normas regulamentadoras e é essencial para a segurança operacional da refinaria.

"Envolverá a manutenção de praticamente todos os equipamentos da refinaria, tais como compressores, motores, vasos, permutadores de calor, válvulas, reatores e outros, que totalizam cerca de 3 mil equipamentos em todas as unidades do trem 1 da Rnest", disse a empresa.

A Petrobras reiterou ainda que serão realizados procedimentos de segurança e saúde que visam evitar o contágio de Covid-19.