PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Wall Street fecha em queda por temores com variante Delta

16/07/2021 17h18

Por Noel Randewich e Devik Jain

(Reuters) - Os índices de Wall Street recuaram nesta sexta-feira, pressionados por quedas nas ações de Amazon, Apple e outros pesos-pesados da tecnologia, enquanto investidores demonstraram preocupação com o aumento no número de casos de coronavírus, relacionado à altamente contagiosa variante Delta.

Na véspera, o condado de Los Angeles anunciou que neste final de semana voltará a impor a obrigatoriedade do uso de máscaras. Enquanto isso, autoridades sanitárias dos Estados Unidos informaram nesta sexta-feira que o número de casos de coronavírus no país avançou 70% em relação à semana anterior, com a contagem de mortos subindo 26%.

Os papéis das operadoras de cruzeiros Carnival Corp e Norwegian Cruise Line recuaram cerca de 5% cada.

"A Covid está começando a afetar o mercado, ironicamente, pela primeira vez desde o último verão (do Hemisfério Norte), quando começaram as negociações com base nas reaberturas", disse Jake Dollarhide, presidente-executivo da Longbow Asset Management em Tulsa, Oklahoma.

Amazon e Apple caíram mais de 1%. As ações da Nvidia cederam 4,2%, e as três companhias contribuíram mais do que quaisquer outras para os declínios de S&P 500 e Nasdaq.

O índice do setor de tecnologia do S&P 500 perdeu quase 1%, terminando em baixa pela segunda sessão consecutiva, após ter batido uma máxima recorde na quarta-feira.

O Dow Jones fechou em queda de 0,86%, a 34.687,85 pontos, enquanto o S&P 500 caiu 0,75%, a 4.327,16 pontos, e o Nasdaq recuou 0,8%, a 14.427,24 pontos.

Na semana, o S&P 500 perdeu cerca de 1%, o Dow cedeu 0,5% e o Nasdaq acumulou queda de 1,9%, em seus primeiros declínios semanais em quatro semanas.

(Reportagem adicional de Shreyashi Sanyal, em Bengaluru)