PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Ibovespa fecha em queda com cautela antes de Fed e balanços

27/07/2021 17h29

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa fechou em queda nesta terça-feira, trabalhando abaixo dos 124 mil pontos no pior momento, refletindo posições mais defensivas antes do desfecho da reunião do Federal Reserve, com a temporada de balanços também sob os holofotes.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa caiu 1,1%, a 124.612,03 pontos, chegando a marcar 123.670,33 pontos na mínima. O volume financeiro somou 25,9 bilhões de reais.

Em Wall Street, o S&P 500 caiu 0,47%.

Na visão do especialista em renda variável da Easynvest by Nubank, José Falcão Castro, prevaleceu a cautela antes da decisão de política monetária do banco central dos EUA, que será conhecida na quarta-feira e pode indicar o início do "tapering".

"O mercado busca qualquer sinal de possível antecipação para o corte de estímulos monetários", afirmou.

Em reunião anterior, em junho, o Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc) do Fed antecipou para 2023 projeções para aumento de juros e abriu a discussão sobre quando pode ser apropriado começar a reduzir suas compras mensais de ativos.

Também sob os holofotes está a temporada de resultados, tanto no Brasil como nos Estados Unidos, que, segundo Castro, será uma grande termômetro para acompanhar e medir o nível de recuperação das empresas e da atividade econômica.

Nos EUA, a agenda reservou para o final do dia os números de gigantes de tecnologia, incluindo Apple, Microsoft e Alphabet.

O calendário brasileiro, por sua vez, traz ainda nesta terça os balanços de CSN, Assaí, Carrefour Brasil, Telefônica Brasil e Unidas e reserva nova bateria nos próximos dias.

DESTAQUES

- VALE ON caiu 2,08%, com o setor de mineração como um todo mais fraco, na esteira do declínio dos futuros do minério de ferro e aço na China. CSN ON, que reporta balanço após o fechamento, recuou 1,01%.

- MAGAZINE LUIZA ON caiu 2,68%, com o setor de varejo como um todo pressionando. VIA VAREJO ON cedeu 3,57% e AMERICANAS ON caiu 2,28%.

- PETROBRAS PN encerrou com decréscimo de 1,16%, em sessão de oscilações tímidas do petróleo no exterior.

- ITAÚ UNIBANCO PN avançou 0,98%, tendo de pano relatório de analistas do Bradesco BBI assumindo a cobertura de bancos com recomendação "outperform". Além disso, o Banco Central aprovou a cisão da fatia do conglomerado na XP.

- SANTANDER BRASIL UNIT subiu 0,61% antes da divulgação do balanço, prevista para a quarta-feira, antes da abertura do pregão. No setor, BRADESCO PN avançou 0,79% e BANCO DO BRASIL ON fechou em alta de 0,46%.

- CPFL ENERGIA ON valorizou-se 1,89%, com ações de companhias de energia elétrica mostrando alguma resiliência, que se refletiu no índice do setor na B3, que terminou com variação positiva de 0,18%.

- UNIFIQUE ON caiu 8,14%, em estreia na B3, após a operadora de telecomunicações precificar oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) a 8,60 reais, perto do piso de sua faixa indicativa entre 8,41 e 10,49 reais por ação.

PUBLICIDADE