PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

BC russo vai avaliar necessidade de aumento dos juros em 10 de setembro

02/09/2021 11h23

Por Andrey Ostroukh

MOSCOU (Reuters) - O banco central russo vai avaliar a necessidade de um aumento da taxa básica de juros na reunião de 10 de setembro, disse seu vice-presidente, Alexei Zabotkin, nesta quinta-feira, reiterando a palavra do banco em seu último comunicado de julho.

O banco central deve aumentar os juros pela quinta vez este ano, em setembro, para combater a inflação persistentemente alta em meio a uma rápida recuperação econômica após a contração de 3% em 2020, sua queda mais acentuada em 11 anos.

Zabotkin não disse quais as opções que o banco está avaliando, mas disse que o sinal de juros de julho, quando o banco central elevou a taxa em 1 ponto percentual, a 6,5%, continua relevante.

Em julho, o banco central disse que "avaliará a necessidade de mais aumentos de juros em suas próximas reuniões" se a situação se desenvolver em linha com o cenário básico.

Recentemente, a inflação se estabilizou e deve começar a desacelerar no quarto trimestre, disse Zabotkin, apresentando um relatório sobre a política monetária da Rússia em 2022-2024.

Em agosto, a inflação anual atingiu uma máxima em cinco anos de 6,79%, o que deve levar o banco central russo a elevar a taxa básica de juros novamente em pelo menos 25 pontos-base, segundo pesquisa da Reuters.

"O cenário base prevê a taxa básica (de juros) na faixa média de 6-7% em 2022, o que também prevê a possibilidade de um aumento adicional em relação ao nível atual", disse Zabotkin.

A inflação anual, principal área de responsabilidade do banco central, desacelerará para 4,0-4,5% em 2022 e para a meta de 4% em 2023 sob seu cenário base de 5,7-6,2% neste ano, informou o banco.

(Por Andrey Ostroukh, Anton Kolodyazhnyy, Katya Golubkova, Elena Fabrichnaya, Darya Korsunskaya e Tatiana Voronova)

PUBLICIDADE