PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

BCE está pronto para agir se meta de inflação for atingida mais cedo, diz Schnabel

13/09/2021 09h04

FRANKFURT (Reuters) - A inflação na zona do euro vai "muito provavelmente" desacelerar já no próximo ano, mas o Banco Central Europeu está pronto para agir se isso não acontecer, disse nesta segunda-feira Isabel Schnabel, membro do BCE.

Os preços vêm subindo mais do que o esperado na zona do euro, mas o BCE tem mantido a visão de que o avanço é temporário, causado por preços mais elevados de petróleo e matérias-primas, além de uma escassez relacionada à pandemia em componentes como microchips.

Schnabel, representante da Alemanha na diretoria do BCE, buscou aliviar preocupações de uma repetição dos anos 1970, quando a inflação estava perto de 8% em seu país.

"Hoje, diante do cenário de alta das taxas de inflação, particularmente na Alemanha, era da minha preocupação aliviar a preocupação das pessoas de que a inflação pode permanecer persistentemente alta demais ou mesmo disparar de forma incontrolável", disse Schnabel em audiência de empresários.

"Muito provavelmente, a inflação vai diminuir notavelmente já no próximo ano."

Os preços nos 19 países da zona do euro subiram 3% na comparação anual no mês passado, segundo estimativas preliminares, bem acima da meta do BCE de 2% pela primeira vez em 10 anos.

Schnabel disse que o banco central, que reduziu o ritmo de suas compras de títulos emergenciais na semana passada, não tem pressa para apertar a política monetária a menos que a inflação suba para sua meta antes do esperado.

(Reportagem de Francesco Canepa)

PUBLICIDADE