PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

Ingredientes de aço chineses caem com restrições ambientais

17/09/2021 08h54

Por Min Zhang e Shivani Singh

PEQUIM (Reuters) - Os preços dos contratos futuros das matérias-primas para siderurgia na China caíram nesta sexta-feira, com o contrato de minério de ferro liderando as perdas, enquanto Pequim avalia incluir mais cidades sob seus controles ambientais.

O Ministério da Ecologia e Meio Ambiente informou em um esboço de diretriz na quinta-feira que planeja envolver 64 regiões sob monitoramento durante campanha de poluição do ar no inverno.

O regulador disse que seria exigido das siderúrgicas nessas regiões reduzir a produção com base em seus níveis de emissão durante a campanha, de outubro até o final de março.

"Os rígidos controles de produção reduziram os preços de mercado recentemente e as perspectivas pessimistas para a demanda se intensificaram", escreveram analistas da SinoSteel Futures em nota.

Os contratos futuros do minério de ferro mais negociados na Bolsa de Commodity de Dalian, para entrega em janeiro, fecharam em queda de 7%, para 629 iuanes (97,50 dólares). O contrato despencou 14% nesta semana.

Os preços spot do minério de ferro com 62% de teor de ferro para entrega na China SH-CCN-IRNOR62 caíram 4 dólares, para 115,5 dólares a tonelada, na quinta-feira, de acordo com a consultoria SteelHome.

Os contratos futuros do carvão coqueificável na bolsa de Dalian caíram 3,3%, para 2.693 iuanes por tonelada, e os preços do coque fecharam em queda de 3,5%, para 3.218 iuanes por tonelada. Eles caíram 4,7% e 8,3%, respectivamente, na semana.

O vergalhão de aço para material de construção na Bolsa de Futuros de Xangai caiu 2,3%, para 5.478 iuanes por tonelada.

As bobinas laminadas a quente, usadas em carros e eletrodomésticos, caíram 1,8%, para 5.677 iuanes por tonelada.

(Reportagem de Min Zhang e Shivani Singh)

PUBLICIDADE