PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

Mester, do Fed, apoia início de redução de estímulo em novembro e prevê alta de juros em 2022

24/09/2021 11h02

(Reuters) - O Federal Reserve deve dar início à redução de seu apoio à economia em novembro e pode começar a aumentar os juros até o final do ano que vem, caso o mercado de trabalho continue melhorando conforme o esperado, disse a presidente do Fed de Cleveland, Loretta Mester, nesta sexta-feira.

O Fed prometeu continuar comprando 120 bilhões de dólares em ativos por mês até que a economia tenha feito "progresso adicional substancial" em direção às metas de pleno emprego e inflação de 2% do banco central.

"Na minha opinião, a economia atendeu a essas condições e eu apoio começar a desacelerar nossas compras em novembro e encerrá-las no primeiro semestre do próximo ano", disse Mester em comentários preparados para discurso à Ohio Bankers League.

A economia também atingiu 'amplamente' as condições do Fed para aumento da taxa de juros, mas "ainda está um pouco distante do pleno emprego", disse ela. Mesmo assim, acrescentou, espera que as condições para a elevação dos custos dos empréstimos sejam atendidas até o final do próximo ano.

PUBLICIDADE