PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Chinesa CNODC optou por não comprar fatia adicional em Búzios, diz Petrobras

04/10/2021 09h10

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras informou nesta segunda-feira que a parceira chinesa CNODC não manifestou o interesse no exercício da opção de compra de parcela adicional de 5% no contrato de partilha de produção do excedente da cessão onerosa para o campo de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos.

Desta forma, após a conclusão da operação de compra de parcela adicional de 5% pela outra chinesa parceira, a CNOOC --que havia manifestado interesse de adquirir fatia adicional--, a Petrobras passará a deter 85% dos direitos de exploração e produção do volume excedente da Cessão Onerosa do campo de Búzios.

A CNOOC manifestou na semana passada interesse em pagar 2,08 bilhões de dólares pela fatia adicional no campo, um dos maiores do Brasil.

Dessa forma, a CNOOC deterá 10% e a CNODC, 5%.

Já as participações na Jazida Compartilhada de Búzios, incluindo as parcelas do contrato de cessão onerosa e do contrato de concessão BS-500 (100% Petrobras), serão de 88,99% da Petrobras, 7,34% da CNOOC e 3,67% da CNODC.

Segundo a Petrobras, o impacto dos negócios na curva de produção da Petrobras só iniciará após o fechamento da transação, não sendo esperado impacto na meta de produção de 2021.

(Por Roberto Samora)

PUBLICIDADE