PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Wall Street fecha em baixa com nervosismo antes de temporada de balanços

Pessoas caminham em rua de Nova York, perto de Wall Street - Brendan McDermid/Reuters
Pessoas caminham em rua de Nova York, perto de Wall Street Imagem: Brendan McDermid/Reuters

Caroline Valetkevitch e Stephen Culp (Reuters)

De Nova York

12/10/2021 17h44

As ações dos EUA terminaram em queda nesta terça-feira em meio ao aumento do nervosismo dos investidores quanto aos resultados do terceiro trimestre das empresas, mas com um salto nas ações da Tesla ajudando a apoiar o mercado.

Ajudando a alimentar a cautela, o Federal Reserve deve divulgar na quarta-feira a ata de sua última reunião de política monetária. Os participantes do mercado vasculharão o documento em busca de dicas sobre quando o banco central dos Estados Unidos poderá começar a reduzir seu programa maciço de compra de títulos.

Todos os três principais índices de ações dos EUA terminaram no vermelho, com o Dow em queda mais acentuada, sob o peso dos setores de saúde e industriais.

A temporada de balanços começa não oficialmente esta semana com os resultados do JPMorgan Chase & Co na quarta-feira e de outros bancos que virão a seguir. As ações do JPMorgan caíram 0,8% no dia, enquanto o índice de bancos S&P 500 caiu 0,6%.

Analistas esperam ver um forte crescimento do lucro das companhias nos EUA no terceiro trimestre. Mas várias empresas alertaram sobre problemas e os investidores estão preocupados sobre como os problemas da cadeia de suprimentos e os preços mais altos afetarão os negócios que estão emergindo da pandemia de coronavírus.

O Dow Jones Industrial Average caiu 0,34%, para 34.378,34, o S&P 500 perdeu 0,24%, para 4.350,65 e o Nasdaq Composite recuou 0,14%, para 14.465,93. Seis dos 11 principais setores do S&P 500 terminaram a sessão no vermelho, com os serviços de comunicações sofrendo a perda percentual mais acentuada.

A Tesla avançou 1,7% depois que dados mostraram que a fabricante de veículos elétricos vendeu 56.006 veículos fabricados na China em setembro, o maior valor desde o início da produção em Xangai, há cerca de dois anos. As ações da empresa deram o maior impulso ao S&P 500 e ao Nasdaq.

As ações da American Airlines Group subiram 0,8% depois que a empresa estimou um prejuízo ajustado menor do que o esperado para o terceiro trimestre e sinalizou uma melhora nas reservas para o resto do ano. Os investidores também avaliaram os comentários do vice-presidente do Fed, Richard Clarida, que disse que o banco central praticamente cumpriu sua meta de emprego para reduzir seu programa de compra de títulos.

Os dados dos EUA mostraram que o mercado de trabalho permaneceu apertado, com um número recorde de norte-americanos deixando seus empregos e vagas de emprego totalizando mais de 10 milhões, alimentando temores de inflação à medida que os empregadores aumentam os salários para atrair e reter trabalhadores.

O relatório do índice de preços ao consumidor de quarta-feira vai atrair a atenção dos investidores que buscam pistas sobre a inflação.

PUBLICIDADE