PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

S&P e Nasdaq sobem com impulso de grandes empresas de tecnologia, Dow tem leve queda

18/10/2021 18h04

Por Devik Jain e Shreya Sabharwal e Sinéad Carew

(Reuters) - O S&P e o Nasdaq fecharam em alta nesta segunda-feira alavancados pela valorização de ações de empresas de tecnologia e comunicações enquanto os investidores observavam notícias sobre produtos da Apple Inc e pareciam otimistas com a temporada de balanços do terceiro trimestre.

Após um início de pregão fraco depois de dados econômicos decepcionantes da China, o S&P e o Nasdaq deixaram seus problemas para trás no final da manhã com ganhos nas ações da FAANG --Facebook Inc, Apple, Amazon.com Inc, Netflix Inc Google, da Alphabet Inc-- bem como da Microsoft Corp.

As ações da Apple fecharam em alta de 1%, depois que a empresa fez sucesso ao lançar novos laptops Mac com chips de processador mais potentes.

As ações do Facebook, que ficaram sob pressão recentemente, fecharam em alta de mais de 3%, refletindo algumas notícias positivas sobre a empresa, incluindo seus planos de criar 10 mil empregos na Europa para ajudar a construir o chamado "metaverso" --um mundo online.

Apenas uma pequena minoria das empresas de Wall Street relatou seus resultados trimestrais até o momento, e os investidores estão esperançosos em relação a boas notícias nos próximos dias e semanas.

"Você receberá uma gama mais pesada de balanços esta semana de um conjunto diversificado de setores", disse Michael James, diretor-gerente de negociação de ações da Wedbush Securities. "O caminho de menor resistência continua sendo para cima para ações de tecnologia de grande capitalização neste início de temporada de resultados."

O índice Dow Jones caiu 0,1%, para 35.258,61 pontos, enquanto o S&P 500 teve alta de 0,34%, a 4.486,46 pontos. O Nasdaq saltou 0,84%, a 15.021,81 pontos.

Resultados acima das expectativas de grandes credores norte-americanos na semana passada estabeleceram um tom positivo para a temporada de balanços do terceiro trimestre, com analistas esperando que os lucros das empresas listadas no S&P 500 subam 32% em relação ao mesmo período do ano anterior, de acordo com dados da Refinitiv.

O início sólido para a temporada provavelmente ajudou investidores a deixarem de lado o desconforto visto mais cedo, após dados mostrarem que a China registrou seu ritmo de crescimento econômico mais lento em um ano no terceiro trimestre, prejudicada pela escassez de energia e problemas no setor imobiliário.

PUBLICIDADE