PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Ações europeias devolvem boa parte das perdas e fecham perto de máximas em seis semanas

21/10/2021 13h44

Por Anisha Sircar e Susan Mathew

(Reuters) - As ações europeias se estabilizaram perto de máximas em seis semanas nesta quinta-feira, com a compra de ações defensivas e de crescimento ajudando a compensar perdas nas mineradoras e previsões decepcionantes em balanços de algumas empresas, como da gigante de softwares SAP.

O sentimento também foi moderado por preocupações renovadas sobre o setor imobiliário da China, após colapso de uma venda de ativos de 2,6 bilhões de dólares da endividada incorporadora China Evergrande.

Depois de chegar a cair até 0,6%, o índice pan-europeu STOXX 600 fechou em queda de 0,1%, a 469,71 pontos.

As mineradoras europeias, que têm grande exposição à China, caíram 3%. As ações da Anglo American listadas no Reino Unido perderam 2,7%, embora a companhia tenha reportado um aumento de 2% na produção geral no terceiro trimestre.

"As ações de mineração não conseguiram superar as preocupações dos investidores provocadas por mais uma reviravolta na saga da Evergrande", disse Danni Hewson, analista financeira da AJ Bell.

Dados divulgados nesta quarta-feira mostraram que a confiança do consumidor da zona do euro caiu 0,8 ponto em outubro em relação setembro.

A empresa de tecnologia mais valiosa da Europa, a SAP, caiu 3,2% e foi a maior colaboração para a queda do STOXX 600, apesar de resultados positivos do terceiro trimestre, uma vez que os operadores não ficaram impressionados com as perspectivas da empresa, especialmente sua previsão de licenciamento.

Setores defensivos, como de bens pessoais e domésticos, subiram 0,8% devido aos resultados do terceiro trimestre melhores do que o esperado da Unilever.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,45%, a 7.190,30 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,32%, a 15.472,56 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,29%, a 6.686,17 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,21%, a 26.525,15 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,82%, a 8.944,30 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,54%, a 5.730,84 pontos.

PUBLICIDADE