PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Alemanha corta perspectiva de crescimento para 2021; eleva projeção para 2022

27/10/2021 09h10

BERLIM (Reuters) - O governo alemão reduziu nesta quarta-feira sua previsão de crescimento para este ano a 2,6%, embora tenha elevado sua estimativa para o próximo ano a 4,1%, conforme gargalos na oferta de semicondutores e custos crescentes de energia atrasam a recuperação na maior economia da Europa.

Confirmando informações noticiadas anteriormente pela Reuters, o ministro da Economia da Alemanha, Peter Altmaier, disse que a economia permanece robusta, apesar da pandemia de Covid-19, mas problemas na cadeia de abastecimento da manufatura e um salto nos preços de energia estão complicando a recuperação.

"Em vista dos atuais gargalos na oferta e dos altos preços de energia em todo o mundo, a espichada final que esperávamos não acontecerá este ano", disse Altmaier. "Em 2022, a economia ganhará impulso significativo."

O atraso na recuperação significa que a economia alemã não atingirá seu patamar pré-crise em 2021, mas, provavelmente, no início de 2022.

A previsão anterior do governo alemão para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), de abril, era de avanço 3,5% em 2021 e 3,6% em 2022.

Os gargalos generalizados na produção, aliados à demanda excepcionalmente alta, estão levando a aumentos nos preços, com o governo esperando que a inflação acelere para 3% este ano.

Mas o país mantém sua avaliação de que a maior parte dos aumentos de preços será temporária. O governo vê a inflação dos preços ao consumidor arrefecendo para 2,2% em 2022 e 1,7% em 2023. No ano passado, a inflação nacional dos preços ao consumidor foi de 0,5%.

(Por Michael Nienaber)

PUBLICIDADE