PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Rússia diz ser necessária política monetária mais apertada para desacelerar inflação

27/10/2021 11h44

MOSCOU (Reuters) - A Rússia precisa endurecer a política monetária para desacelerar a inflação e reduzir as expectativas de alta dos preços, disse nesta quarta-feira o vice-presidente do banco central, Alexei Zabotkin, dias depois de a instituição aumentar drasticamente a taxa básica para conter o aumento dos preços.

Na sexta-feira passada, o banco central, que tem como meta inflação em 4%, elevou as taxas de juros pela sexta vez neste ano, para 7,5% --nível visto pela última vez em meados de 2019.

As expectativas inflacionárias entre famílias russas subiram para 13,6% em outubro, maior patamar em quase um ano, enquanto a inflação acelerou para 7,78% até 18 de outubro, taxa mais elevada desde o início de 2016. O banco central prevê inflação no próximo ano entre 4% e 4,5%.

"Para que a inflação e as expectativas inflacionárias diminuam dos atuais níveis elevados... é necessária uma política (monetária) mais dura", disse Zabotkin.

Kirill Tremasov, chefe do departamento de política monetária do banco central, disse separadamente que a inflação neste ano provavelmente ficará mais perto do limite superior da previsão do banco, de 7,4% a 7,9%.

(Por Elena Fabrichnaya)

PUBLICIDADE