PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Wall Street fecha em queda com preocupações sobre inflação de longo prazo

10/11/2021 18h16

Por Stephen Culp

NOVA YORK (Reuters) - Wall Street encerrou a sessão em território negativo nesta quarta-feira, com o apetite do investidor a risco sendo contido pela alta dos preços ao consumidor nos Estados Unidos, que alimentou temores de uma onda prolongada de inflação.

Todos os três principais índices de ações dos EUA perderam terreno, estendendo as perdas de terça-feira que já haviam quebrado uma sequência de oito sessões de consecutivas de recordes de fechamento para S&P 500 e Nasdaq.

"Não é surpreendente que, depois do que foi realmente uma corrida histórica, o mercado faça uma pausa", disse Ross Mayfield, analista de estratégia de investimentos da Baird em Louisville, Kentucky. "Mas achamos que há ventos favoráveis suficientes no final do ano para impulsionar o mercado."

O índice de preços ao consumidor (CPI) do Departamento de Trabalho apresentou um salto maior do que o esperado de 0,9% em outubro, o ganho mais rápido na comparação anual em 31 anos.

Os dados sugeriram que as dificuldades enfrentadas na cadeia de abastecimento global podem levar a atual onda de inflação a demorar mais para diminuir do que muitos --incluindo o banco central dos Estados Unidos-- esperavam.

"A história da inflação é realmente o fator que impulsiona tudo", acrescentou Mayfield. "Ela afetará a política do Fed e a política fiscal, é o impulsionador das taxas de juros. É difícil falar de outra coisa que não seja inflação."

O Dow Jones caiu 0,66%, para 36.079,94 pontos; o S&P 500 teve queda de 0,82%, para 4.646,71 pontos, e o Nasdaq Composite recuou 1,66%, para 15.622,71 pontos.

Dos 11 principais setores do S&P 500, oito fecharam no vermelho, com energia sofrendo as maiores perdas percentuais. O setor de serviços de utilidade pública liderou os ganhadores.

O setor de tecnologia foi o principal responsável pela queda do S&P 500, com as megacaps Apple Inc e Microsoft Corp puxando as perdas.

A temporada de balanços do terceiro trimestre atingiu a reta final e, das empresas que já divulgaram seus resultados, 81% superaram as expectativas de mercado.

As ações da Walt Disney Co caíram mais de 4% nas negociações pós fechamento do mercado, depois que a empresa de mídia relatou números decepcionantes de assinantes de streaming.

A Tesla Inc subiu 4,3%, revertendo várias sessões de quedas na esteira da pesquisa do CEO Elon Musk com usuários do Twitter sobre se ele deveria vender 10% de sua participação na empresa.

PUBLICIDADE