PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Economia do Reino Unido resiste ao fim de suporte a empregos, aliviando preocupações do BC local

16/11/2021 08h01

Por William Schomberg e David Milliken

LONDRES (Reuters) - O mercado de trabalho britânico resistiu ao fim do esquema de licenças trabalhistas do governo no mês passado, de acordo com dados que podem aliviar as preocupações persistentes do banco central britânico sobre os riscos de aumentar os juros ante as mínimas da pandemia.

A libra se fortalecia após dados mostrarem que o número de funcionários nas folhas de pagamento das empresas do Reino Unido subiu em outubro para 0,8% acima dos níveis de fevereiro de 2020, período pré-pandemia de coronavírus, com criação de 160 mil vagas de trabalho no mês.

O Banco da Inglaterra tem observado os números de perto caso o desemprego aumente, depois que o esquema de licença para proteção de empregos expirou no final de setembro.

"Agora que os dados do mercado de trabalho de hoje mostraram que o obstáculo foi superado, acreditamos que o Banco da Inglaterra tem luz verde para o aumento dos juros em sua reunião de dezembro", disse Ambrose Crofton, estrategista de mercado global do JP Morgan Asset Management.

PUBLICIDADE