PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Ações europeias voltam a fechar em queda com reuniões de BCs no foco

14/12/2021 15h16

Por Anisha Sircar e Susan Mathew

(Reuters) - As ações europeias reverteram seus ganhos iniciais e fecharam em queda pela quinta sessão consecutiva nesta terça-feira, pressionadas por papéis de tecnologia, enquanto o setor de saúde caiu apesar do rali de 12,6% na companhia Vifor Pharma.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em queda de 0,84%, a 469,56 pontos.

O STOXX 600 atingiu as mínimas da sessão após dados mostrarem alta acima do esperado nos preços ao produtor nos Estados Unidos, o que levou os índices de Wall Street a uma abertura negativa, com o mercado à espera ainda da decisão de política monetária do Federal Reserve. [.NPT]

O Fed deve sinalizar uma redução mais rápida das compras de ativos, enquanto os bancos centrais da zona do euro (BCE) e Inglaterra (BoE) se reunirão na quinta-feira para determinar o caminho de suas políticas monetárias em 2022.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) pediu ao BC inglês nesta terça-feira que evitasse um "viés de inação" quando se trata de elevar os juros, uma vez que prevê inflação mais alta.

"Os mercados de ações continuarão inconstantes, pois há tensão entre a Ômicron... e um calendário cheio para os bancos centrais... enquanto estamos no meio das duas temporadas de resultados corporativos", disse Nick Nelson, chefe de estratégia de ações europeias do UBS.

As ações de tecnologia perderam 2,1%, acompanhando seus pares nos EUA, enquanto o índice de saúde caiu 1,2%.

Vifor estendeu os ganhos de segunda-feira, após concordar em ser comprada pela gigante biofarmacêutica australiana CSL por 11,7 bilhões de dólares.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,18%, a 7.218,64 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 1,08%, a 15.453,56 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,69%, a 6.895,31 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,02%, a 26.556,67 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,67%, a 8.378,50 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,81%, a 5.443,95 pontos.

PUBLICIDADE