PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Nasdaq fecha em forte queda com investidores descartando ações de crescimento

16/12/2021 18h35

Por Shreyashi Sanyal e Noel Randewich

(Reuters) - O Nasdaq fechou em forte queda nesta quinta-feira, com o anúncio do Federal Reserve de um fim mais rápido para o programa de estímulo implementado no início da pandemia afastando investidores da grandes empresas de tecnologia em direção a setores economicamente mais sensíveis.

Nvidia, Apple, Microsoft, Amazon e Tesla caíram entre 2,6% e 6,8%, atingindo o Nasdaq e o S&P 500, enquanto o Dow Jones perdeu marginalmente.

O Dow Jones teve variação negativa de 0,08%, para 35.897,64 pontos, enquanto o S&P 500 caiu 0,87%, a 4.668,67 pontos.

O Nasdaq Composite teve queda de 2,47%, para 15.180,44 pontos.

O banco central dos EUA disse na quarta-feira que encerraria suas compras de títulos em março e sinalizou aumentos de três pontos percentuais nas taxas de juros até o final de 2022.

Isso agradou investidores, que estão cada vez mais preocupados com um aumento da inflação relacionado à pandemia do coronavírus. Mas na quinta-feira contribuiu para a liquidação das ações de crescimento.

O índice de valor S&P 500 subiu 0,7%, enquanto o índice de crescimento caiu 2,1%, o que reflete a visão dos investidores de que as ações de alto crescimento tendem a apresentar desempenho inferior quando as taxas de juros sobem. O índice de valor inclui ações vistas como mais propensas a ter um bom desempenho durante uma recuperação econômica.

"Você está vendo o dinheiro sair do crescimento, como deveria. Se estivermos entrando em um ambiente onde as taxas de juros estão subindo, as ações de crescimento serão menos atraentes", disse Dennis Dick, um corretor da Bright Trading LLC.

Entre os 11 principais setores do índice S&P 500, tecnologia perdeu 2,9%, enquanto o financeiro avançou 1,2%. Oito dos setores ganharam, mesmo com a queda do índice geral.

O índice de volatilidade da CBOE, considerado o indicador do medo de Wall Street, recuou para o menor nível em três semanas.

PUBLICIDADE