PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Preços ao produtor alemão disparam quase 20% na leitura anual por custos de energia

17/12/2021 09h02

Por Paul Carrel

BERLIM (Reuters) - Os preços ao produtor alemão saltaram 19,2% em novembro na comparação anual, impulsionados por custos mais altos da energia, registrando o maior salto anual desde 1951 pelo segundo mês consecutivo, mostraram dados oficiais nesta sexta-feira.

Analistas esperavam, em média, aumento anual de 19,9%, de acordo com uma pesquisa da Reuters. No mês, os preços ao produtor subiram 0,8%.

Os preços da energia voaram 49,4% em relação a novembro de 2020 e subiram 1,2% no mês, disse o Escritório Federal de Estatísticas.

Excluindo os preços da energia, os preços ao produtor subiram 9,9% em novembro sobre um ano antes.

Em outubro, os preços ao produtor também registraram a maior alta desde 1951, com acréscimo de 18,4%.

Os preços ao produtor são considerados um indicador importante da inflação. Eles são registrados no portão da fábrica --antes que os produtos sejam processados ​​ou colocados à venda-- e podem, portanto, fornecer uma indicação antecipada das tendências de preços ao consumidor.

PUBLICIDADE