PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Telecom Italia aprova acordo para Gubitosi deixar o conselho, diz fonte

17/12/2021 13h34

Por Elvira Pollina e Agnieszka Flak

MILÃO (Reuters) - O conselho de administração da Telecom Italia aprovou por unanimidade acordo para o ex-presidente-executivo da empresa Luigi Gubitosi deixar o cargo de diretor do colegiado, disseram duas fontes familiarizadas com o assunto nesta sexta-feira.

A decisão pode implicar a indicação do presidente-executivo da TIM, empresa controlada pela Telecom Italia no Brasil, Pietro Labriola, para liderar o grupo europeu no lugar de Gubitosi.

Isso porque a saída do executivo do conselho de administração cria uma vaga no colegiado para ser ocupada por um novo presidente-executivo.

A crise no conselho afetou a análise da oferta de compra da companhia pela norte-americana KKR por 37 bilhões de dólares, que precisa do apoio da empresa e do governo italiano para prosperar.

A KKR ainda não recebeu permissão para averiguar os dados da Telecom Italia, algo necessário para a empresa fazer uma oferta formal pelo grupo italiano.

A Telecom Italia selecionou assessores para estudar a oferta da KKR duas semanas após receber a proposta em 19 de novembro, mas o conselho de administração da empresa não deve tomar nesta sexta-feira uma decisão sobre a exigência da KKR de averiguar os números da companhia, afirmaram as fontes.

Gubitosi renunciou à presidência-executiva no mês passado, após sofrer críticas da Vivendi, maior investidor da Telecom Italia, e perder confiança da maioria dos membros do conselho depois de uma série de alertas sobre o resultado da empresa neste ano.

Mas na ocasião, Gubitosi não renunciou ao posto de diretor no conselho de administração, impedindo a Telecom Italia de nomear um sucessor para o comando da empresa, que precisa ter um assento no conselho para ser indicado.

Com isso, a Telecom Italia promoveu Pietro Labriola, presidente-executivo da TIM, como diretor geral do grupo e fontes têm indicado que ele deve se tornar novo presidente-executivo da companhia assim que a vaga no conselho de administração ficar disponível.

Porém, fontes com conhecimento do assunto afirmaram que a empresa de caça talentos Spencer Stuart preparou uma lista de candidatos ao cargo e que há diferentes visões no conselho de administração sobre quem seria o melhor nome capaz de assegurar uma liderança estável da empresa no longo prazo.

Não está claro ainda quando a Telecom Italia poderá indicar um sucessor para Gubitosi. Uma das fontes afirmou que isso pode ocorrer em breve e outra disse que isso pode levar mais tempo.

PUBLICIDADE