PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

É muito cedo para pensar em normalizar a política monetária, diz chefe do BC do Japão

20/12/2021 09h26

Por Tetsushi Kajimoto

TÓQUIO (Reuters) - O presidente do banco central do Japão, Haruhiko Kuroda, disse nesta segunda-feira que é muito cedo para considerar a normalização da política monetária, reforçando a visão de que o Banco do Japão ficará atrás de outros bancos centrais na redução do estímulo monetário.

Os comentários de Kuroda vêm após o banco central britânico se tornar, na semana passada, o primeiro BC do G7 a elevar os juros, e o Federal Reserve e o Banco Central Europeu (BCE) se afastarem do estímulo monetário.

Os ativos do Banco do Japão cresceram o equivalente a 135% do PIB, ultrapassando em muito os 36% para o Fed e 66% para o BCE, até setembro de 2021, disse Kuroda, prometendo conduzir uma política monetária apropriada levando em consideração sua saúde financeira.

"Não acho que a expansão dos ativos do Banco do Japão afetará nossa capacidade de manter a política monetária e o sistema financeiro constantes", disse Kuroda ao Parlamento.

"Há uma grande distância da meta de inflação de 2%. Ainda é muito cedo para considerar a normalização da política monetária", acrescentou.

"Ao contrário dos países ocidentais, a inflação está extremamente baixa e as expectativas de inflação permanecem muito baixas. Estamos em uma fase de continuar pacientemente a flexibilização monetária em larga escala."

(Por Tetsushi Kajimoto)

PUBLICIDADE