PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Fluxo de gás da Rússia via oleoduto Yamal-Europe é revertido pelo 6º dia seguido

26/12/2021 17h15

FRANKFURT/ PRAGA (Reuters) - O oleoduto Yamal-Europe, que geralmente entrega gás russo à Europa ocidental, estava devolvendo o combustível de volta à Polônia pelo sexto dia seguido neste domingo, segundo dados da operadora de rede alemã Gascade.

Dados mostraram que o fluxo no ponto de medição de Mallnow, na fronteira entre Alemanha e Polônia, estavam indo na direção leste, para a Polônia, em um volume de 1,2 milhões de kilowatts por hora, neste domingo.

Resultados de leilão mostraram que a exportadora de gás russa Gazprom não havia reservado capacidade de trânsito de gás para exportações via o oleoduto Yamal-Europe para segunda-feira.

A Gascade, que recebe gás russo e o transporta dentro da Alemanha, é da WIGA, uma joint venture entre a Gazprom e a empresa de óleo e gás Wintershall DEA. A Wintershall DEA é co-propriedade de grupos químicos da Alemanha, BASF e da LetterOne da Rússia.

A Rússia afirmou esta semana que a reversão de fluxo não era uma medida política, embora coincida com tensões cada vez maiores entre Moscou e o ocidente em torno da Ucrânia, o que elevou os preços do gás a patamares recordes.

O presidente russo Vladimir Putin disse na quinta-feira que a Alemanha estava revendendo gás russo à Polônia e à Ucrânia em vez de aliviar um mercado superaquecido, culpando importadores de gás alemão pela reversão e pelos altos preços.

O Ministério da Economia da Alemanha se recusou a comentar as alegações de Putin. Importadores de gás não responderam aos pedidos da Reuters por comentário.

(Reportagem de Christoph Steitz e Jan Lopatka)

PUBLICIDADE