PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Rali de Natal impulsiona ações europeias para máximas em cinco semanas

28/12/2021 14h46

Por Anisha Sircar e Shashank Nayar

(Reuters) - As ações europeias fecharam em alta nesta terça-feira, impulsionadas por fortes ganhos de Wall Street, mesmo com a permanência de preocupações com a Ômicron enquanto a França aumenta as restrições e os casos de Covid-19 na Espanha e Reino Unido sobem.

O índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,62%, a 488,50 pontos, maior patamar em cinco semanas.

A demanda por risco permanece forte no final do ano, de acordo com analistas, apesar de a ameaça da variante Ômicron do coronavírus prejudicar uma economia global que já enfrenta desaceleração do crescimento, gargalos de oferta e preços em alta.

O STOXX 600 se encaminha para seu melhor mês desde março deste ano. O índice avançou 5,5% em dezembro até agora e deve subir cerca de 22,4% este ano, após cair 4% em 2020.

Embora os temores com a disseminação da cepa Ômicron persistam, a Inglaterra não terá nenhuma nova restrição contra a Covid-19 antes do final de 2021, enquanto o governo francês disse que endurecerá as medidas de combate ao vírus, mas que não haverá toque de recolher na véspera de Ano Novo. O blue-chip CAC 40 subiu 0,6%.

O rápido aumento de casos da Ômicron pode atrapalhar, se não desfazer, o plano dos bancos centrais para um aperto de política monetária no próximo ano, disse Vishnu Varathan, chefe de economia e estratégia do Mizuho Bank.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,02%, a 7.372,10 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,81%, a 15.963,70 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,57%, a 7.181,11 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,78%, a 27.444,93 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,77%, a 8.688,90 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,47%, a 5.560,79 pontos.

PUBLICIDADE