PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Ações fecham em alta no último pregão cheio da Europa em 2021

30/12/2021 15h07

Por Anisha Sircar e Shashank Nayar

(Reuters) - As ações europeias fecharam em alta nesta quinta-feira, com expectativas de que novas medidas e restrições relacionadas ao coronavírus não sejam necessárias no início do ano, mesmo com um aumento nos casos de Covid-19 devido à variante Ômicron prejudicando os ganhos. O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,15%, a 488,71 pontos, com os setores de tecnologia, saúde e papéis relacionados a viagens, na liderança. No entanto, riscos de decisões duras dos bancos centrais para lidar com as crescentes pressões inflacionárias e preocupações persistentes com o recente aumento nos casos globais da Ômicron limitaram os ganhos até agora. O Banco Central Europeu (BCE) está perto de alcançar sua meta de inflação de médio prazo de 2% e pode encerrar programas de estímulo econômico mais rápido do o planejado se o crescimento dos preços continuar a surpreender positivamente, disse o chefe do banco central holandês Klaas Knot a um jornal alemão. O índice espanhol Ibex-35 registrou alta de 0,46%, a 8.713,80 pontos, mesmo com dados mostrando que os preços ao consumidor em dezembro aumentaram 6,7% em todo o país em relação ao mesmo mês do ano passado, maior alta desde 1989. O índice teve desempenho inferior ao de seus pares regionais em 2021, ganhando cerca de 8%, em comparação com o aumento de 22% do STOXX 600.

Na França, o índice CAC-40 ganhou 0,16%, a 7.173,23 pontos e deu um salto de 29,2% no acumulado do ano, o que superou os ganhos do STOXX 600, já que as expectativas de uma recuperação econômica fizeram as ações de luxo se valorizarem, apesar das perspectivas para a demanda da Ásia permanecerem sombrias para 2022. Vários mercados europeus, inclusive os da Itália, Alemanha e Espanha, serão fechados na sexta-feira, enquanto Paris e Londres negociarão por meia sessão, antes do Ano Novo.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,24%, a 7.403,01 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,21%, a 15.884,86 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve oscilação positiva de 0,01%, a 27.346,83 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,05%, a 5.571,67 pontos.

PUBLICIDADE