PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Pressões de oferta globais podem estar chegando a pico, mostra índice do Fed de NY

04/01/2022 14h41

Por Jonnelle Marte

(Reuters) - As pressões historicamente altas nas redes da cadeia de abastecimento global, que contribuíram para a escassez de bens e materiais essenciais e para um aumento da inflação, podem ter atingido seu ápice, de acordo com um novo índice divulgado pelo Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano) de Nova York nesta terça-feira.

O Índice de Pressão da Cadeia de Abastecimento Global (GSCPI, na sigla em inglês) disparou no início da pandemia, quando a China impôs medidas de lockdown. As pressões diminuíram com a retomada da produção, mas voltaram a subir durante o inverno (no Hemisfério Norte) de 2020, com o aumento das infecções por Covid-19.

"Mais recentemente, o [índice] parece sugerir que as pressões da cadeia de abastecimento global, embora ainda historicamente altas, atingiram seu pico e podem começar a moderar um pouco daqui para frente", escreveram os pesquisadores em um blog.

O índice é baseado em 27 variáveis, como taxas de envio e custos de frete aéreo entre Estados Unidos, Ásia e Europa. Os pesquisadores descobriram "um crescimento enorme" nos custos de transporte desde o início da recuperação econômica ante as mínimas do início da pandemia. Mas esse crescimento começou a desacelerar nos últimos meses.

O índice, baseado em dados obtidos desde 1997, mostra que as pressões da cadeia de abastecimento global são substancialmente maiores agora do que em tempos de estresse anteriores.

PUBLICIDADE