PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Déficit comercial dos EUA aumenta em novembro por importações recordes de bens

O déficit comercial dos Estados Unidos aumentou com força em novembro, uma vez que as importações de bens saltaram para máxima recorde - Lee Jae-Won/Reuters
O déficit comercial dos Estados Unidos aumentou com força em novembro, uma vez que as importações de bens saltaram para máxima recorde Imagem: Lee Jae-Won/Reuters

Lucia Mutikani

06/01/2022 11h21Atualizada em 06/01/2022 11h42

O déficit comercial dos Estados Unidos aumentou com força em novembro, uma vez que as importações de bens saltaram para máxima recorde, sugerindo que o comércio provavelmente continuou pesando sobre o crescimento econômico no quarto trimestre.

O Departamento do Comércio informou nesta quinta-feira que o déficit comercial saltou 19,4% em novembro, a 80,2 bilhões de dólares. Economistas consultados pela Reuters projetavam um saldo negativo de 77,1 bilhões.

As importações de bens aumentaram 5,1% e foram a uma máxima recorde de 254,9 bilhões de dólares, provavelmente devido ao alívio do congestionamento nos portos. As importações totais, incluindo serviços, cresceram 4,6%, a 304,4 bilhões de dólares.

Já as exportações de bens recuaram 1,8%, a 155,9 bilhões de dólares. No geral, as exportações tiveram ganho de 0,2% em novembro, a 224,2 bilhões de dólares.

O déficit comercial tem pesado sobre o crescimento do PIB por cinco trimestres seguidos. As estimativas de expansão econômica no quarto trimestre chegam a 7,4%, em taxa anualizada. No terceiro trimestre o crescimento foi de 2,3%.

PUBLICIDADE