PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Preços ampliam rali com instabilidade no Cazaquistão e paradas na Líbia

06/01/2022 18h47

Por Jessica Resnick-Ault

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo subiram cerca de 2% nesta quinta-feira, ampliando o rali de Ano Novo, com o aumento da instabilidade no Cazaquistão, um produtor da Opep+, e interrupções no fornecimento na Líbia.

Os futuros do petróleo Brent subiram 1,19 dólar, ou 1,5%, a 81,99 dólares o barril, após atingir seu maior valor desde o final de novembro. O petróleo nos EUA (WTI) subiu 1,61 dólar, ou 2,1%, para 79,46 dólares o barril, após tocar uma máxima de 80,24 dólares.

A Rússia enviou paraquedistas ao Cazaquistão para ajudar a reprimir uma revolta em todo o país, depois que a violência mortal se espalhou por todo o ex-Estado soviético rigidamente controlado.

Não houve indícios de que a produção de petróleo no Cazaquistão tenha sido afetada até o momento. O país produz cerca de 1,6 milhão de barris de petróleo por dia.

Enquanto isso, na Líbia, a produção de petróleo foi de 729.000 barris por dia, disse a National Oil Corp, abaixo de uma máxima de mais de 1,3 milhão de bpd no último ano, devido à manutenção e paralisações de campos petrolíferos.

Os preços subiram desde o início do ano, apesar da Opep+ manter uma meta de aumento de produção acordada e de um aumento nos estoques de combustíveis dos EUA.

"A produção da Opep, embora tenha aumentado, desapontou o mercado - não será suficiente para acompanhar a demanda", disse Phil Flynn, analista do Price Futures Group em Chicago.

(Reportagem adicional de Florence Tan, Naveen Thukral e Ahmad Ghaddar)

PUBLICIDADE