PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Southwest Airlines tem 1º lucro trimestral em dois anos

27/01/2022 12h05

Por Rajesh Kumar Singh

CHICAGO, Estados Unidos (Reuters) - A companhia aérea norte-americana Southwest Airlines divulgou na quinta-feira o primeiro lucro trimestral em dois anos, após uma recuperação nas viagens de férias antes do surto de Ômicron e espera ser lucrativa em 2022.

A empresa previu impacto de 330 milhões de dólares na receita nos dois primeiros meses deste trimestre devido à queda na demanda por viagens de lazer e negócios.

O novo presidente-executivo, Bob Jordan, disse que a transportadora está "otimista" em relação às reservas e tendências de receita para março, quando espera retornar à lucratividade.

“Com os casos de covid-19 em tendência de queda, o pior parece ter ficado para trás”, disse Jordan, que deve se tornar o sexto presidente-executivo da empresa no próximo mês.

Outras companhias aéreas dos Estados Unidos, como American Airlines, United Airlines e Delta Air Lines, também esperam que o impacto da variante Ômicron nas viagens comece a diminuir em março.

A Southwest cancelou mais de 5.600 voos, até agora, este mês, com um custo estimado de 50 milhões de dólares em receita.

Para mitigar os problemas de pessoal, a empresa está oferecendo incentivos salariais para funcionários operacionais até o início de fevereiro. Também reduziu ainda mais sua capacidade para o primeiro semestre do ano.

A empresa disse que voltou ao desempenho operacional "sólido" nas últimas duas semanas. Os incentivos, no entanto, devem elevar seus custos em 150 milhões de dólares no trimestre atual.

A companhia estima que os custos trabalhistas e aeroportuários mais altos, juntamente com a menor capacidade, aumentem o custo geral em até 24% no trimestre atual em comparação com o mesmo período de 2019.

A Southwest reportou lucro ajustado de 0,14 dólar por ação no trimestre até dezembro, seu primeiro lucro trimestral sem ajuda do governo dos EUA desde 2019, em comparação com uma perda de 1,29 dólar por ação um ano antes.