PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Wall Street firma alta de 1% com impulso de tecnologia

27/01/2022 11h38

(Reuters) - Os principais índices de ações dos Estados Unidos subiam nesta quinta-feira, impulsionados por empresas de megacapitalização com foco em tecnologia, um dia depois de comentários mais duros do banco central norte-americano pesarem sobre os mercados.

As ações da fabricante de discos rígidos Seagate Technology lideravam os ganhos no S&P 500, com alta de 18,4%, seguida pela empresa ServiceNow, que disparava 13,5%. Ambas as companhias reportaram balanços trimestrais acima do esperado.

Netflix saltava 7,0%, com o investidor bilionário William Ackman aumentando sua participação na empresa de serviços de streaming no valor de mais de 1 bilhão de dólares.

Apple, Microsoft e Alphabet ganhavam quase 2% cada. A fabricante do iPhone divulgará seus resultados após o fechamento dos mercados.

Todos os 11 principais setores do S&P avançavam, com os setores de tecnologia e energia apresentando os maiores ganhos percentuais.

"Acreditamos que a maior oportunidade nos mercados agora está em ações de crescimento que pagam dividendos e que têm balanços e fluxos de caixa fortes e podem prosperar em um ambiente independente do que o Fed faça", disse David Bahnsen, diretor de investimentos do Bahnsen Group.

O Fed indicou na quarta-feira alta nos juros em março e reafirmou planos para encerrar suas compras de títulos naquele mês antes de anunciar uma redução significativa de sua carteira de ativos, com o chair Jerome Powell alertando que os problemas de inflação e abastecimento são mais persistentes do que se pensava.

Às 13:07 (de Brasília), o índice S&P 500 ganhava 0,92%, a 4.389,97 pontos, enquanto o Dow Jones subia 1,43%, a 34.656,89 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite avançava 0,95%, a 13.671,07 pontos.

Dados mais recentes mostraram que a economia dos EUA expandiu 6,9% no quarto trimestre, muito acima das expectativas dos economistas, de crescimento de 5,5%.

(Reportagem de Bansari Mayur Kamdar e Devik Jain)