PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

AB Volvo cai com decepção por dividendos e previsões

28/01/2022 12h30

ESTOLCOMO (Reuters) - As ações da AB Volvo caíam nesta sexta-feira, após a fabricante sueca de caminhões propor dividendo menor do que o esperado e prever que a cadeia de suprimentos continuará a atingir a produção nos próximos meses.

A Volvo disse que a demanda por seus caminhões nas principais regiões permanece alta, mas a escassez de componentes e a capacidade de frete levou a interrupções na produção e aumento de custos, prejudicando os lucros.

A ação da empresa caía 3,5% às 12h30 (horário de Brasília), com analistas citando problemas na cadeia de suprimentos e um dividendo abaixo do esperado.

A empresa propôs um dividendo ordinário de 6,50 coroas por ação e um dividendo extra de mesmo valor. Os analistas do Citi, no entanto, previam um pagamento total de 17,50 coroas por ação.

"Esperávamos uma política de dividendos mais formal", disseram eles em relatório. "Isso levantará questões sobre se o investimento e os gastos com pesquisa aumentarão no futuro."

"A situação na cadeia de suprimentos de semicondutores e outros componentes permanece instável, caracterizada por interrupções, imprevisibilidade e falta de capacidade de carga", disse o presidente e Martin Lundstedt. "Continuaremos, portanto, a ter interrupções e paralisações tanto na produção de caminhões quanto em outras partes do grupo".

A empresa também disse que a forte atividade de construção e o investimento em infraestrutura impulsionaram seu segmento de equipamentos de construção na Europa e na América do Norte, compensando um declínio acentuado na China.

O lucro operacional ajustado caiu para 10,1 bilhões de coroas suecas (1,1 bilhão de dólares) de 10,93 bilhões de coroas um ano atrás, mas um pouco acima dos 10 bilhões de coroas previstos por analistas em uma pesquisa da Refinitiv.

A empresa, cujas marcas incluem Mack e Renault, disse que as vendas líquidas subiram para 102,38 bilhões de coroas, ante 96,92 bilhões de coroas um ano atrás. Analistas previam vendas em 92,84 bilhões de coroas.

A Volvo também previu que os licenciamentos de caminhões pesados ​​na Europa e nos Estados Unidos atingirão 300 mil em 2022, inalterado em relação à perspectiva anterior. ]