PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Mercados argentinos têm rali após país fechar acordo de dívida com FMI

28/01/2022 12h02

BUENOS AIRES (Reuters) - A bolsa argentina operava em forte alta nesta sexta-feira, em resposta ao anúncio oficial de que o país sul-americano chegou a um acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI) para reestruturar uma dívida bilionária.

A Argentina chegou a um acordo com o FMI para reestruturar o pagamento de uma dívida de mais de 40 bilhões de dólares, disse o presidente do país, Alberto Fernández, nesta sexta-feira, em meio à prolongada crise financeira que varre o país.

O índice S&P Merval --referência para o mercado de ações argentino-- saltava 3,6%, às 11h28 (de Brasília), puxado por papéis de empresas dos setores de energia e financeiro.

"O anúncio dá um pouco de respiro ao mercado, mas temos que ser cautelosos e ver como o acordo é implementado", disse um operador da bolsa.

O peso argentino no mercado cambial paralelo valorizava-se 2,53% nos primeiros negócios nesta sexta-feira, cotado a 215/217 por dólar às 11h, depois de bater uma mínima histórica de 223,50 por dólar para venda na quinta-feira.

A taxa de câmbio do mercado informal tinha um diferencial ante as cotações oficiais de 107%.

O risco-país da Argentina caía acentuadamente 70 pontos-base nesta sexta-feira. O índice do banco JPMorgan estava em 1.834 unidades, após marcar esta semana um pico histórico de 1.969 pontos.

(Por Walter Bianchi e Hernán Nessi)