PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Tunísia revisará lei cambial, diz ministro da Economia

29/01/2022 15h23

TÚNIS (Reuters) - A Tunísia revisará sua lei cambial com o objetivo de reformá-la, como parte do trabalho pelo banco central e o Fundo Monetário Internacional, disse o ministro da Economia e Planejamento do país neste sábado, potencialmente levando a uma maior flexibilidade da moeda.

Atualmente, os investidores devem obter aprovação do banco central para acessar a moeda forte para financiar suas operações no exterior ou obter cartas de crédito para importação de mercadorias.

O banco central emite aprovações conforme cada caso, processo que algumas empresas dizem não ser suficientemente transparente, além de envolver muitos obstáculos burocráticos.

"É hora de alterar a lei cambial. A Tunísia está caminhando para rever a lei", disse o ministro da Economia, Samir Saied, sem dar mais detalhes.

A atual lei cambial data de 1976.

Economistas acreditam que a reforma da lei é um passo em direção a uma moeda mais flexível e menor intervenção do banco central visando apoiar o dinar tunisiano.

Credores internacionais têm pedido repetidamente pela não interferência do banco central na divisa, para apoiar o dinar.

O dinar foi negociado no final da semana passada a 2,904 por dólar, cerca de 7% mais fraco do que há um ano, enquanto se valorizou 0,7% em relação ao euro, segundo o banco central.

(Reportagem de Tarek Amara)