PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Ibovespa opera em leve alta atento às tensões na Ucrânia; sessão tem vencimento de opções

18/02/2022 12h08

Por Andre Romani

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa brasileira operava em leve alta nesta sexta-feira, após apagar ganhos junto com Wall Street, à medida que a cautela em relação à crise na Ucrânia dava o tom nos mercados globais.

Setor financeiro e Vale eram suportes positivos, enquanto Petrobras caía acompanhando petróleo e Rumo desabava após resultados trimestrais. A sessão é de vencimento de opções sobre ações na B3.

Às 12h, o Ibovespa subia 0,22%, a 113.778,58 pontos, caminhando para fechar a semana praticamente estável, após cinco altas. O volume financeiro era de 6 bilhões de reais.

O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, concordou em reunir-se com o ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, na próxima semana, desde que os russos não invadam a Ucrânia antes. O anúncio do encontro deu algum alívio mais cedo aos mercados e elevou esperanças de uma saída diplomática para a crise instalada na região.

As incertezas entretanto, seguem dominando o mercado, em meio à informações divergentes. Forças do governo ucraniano e rebeldes pró-Rússia tiveram novos embates no leste da Ucrânia nesta sexta-feira. A Casa Branca e seus aliados no Ocidente dizem que o confronto pode ser parte de um pretexto para a Rússia invadir o país vizinho, enquanto Moscou nega planejar um ataque.

Os principais índices de ações dos EUA abriram em leve queda.

Na cena local, agenda de dados macroeconômicos é esvaziada. Investidores mantém no radar a cena fiscal, em especial o desenrolar das pautas no Congresso para baixar os preços dos combustíveis.

DESTAQUES

- CIELO ON disparava 11,1%, após acertar a venda de sua participação na empresa norte-americana Merchant e-Solutions para uma unidade da Integrum Holdings por até 290 milhões de dólares. A transação faz parte da estratégia da Cielo em focar em seu negócio principal no Brasil.

- RUMO ON afundava 6,2%. A empresa informou no balanço do quarto trimestre que a quebra da safrinha do milho reduziu o volume transportado pela companhia e levou a um prejuízo de 384 milhões de reais no período, pior do que a projeção média de analistas, segundo dados da Refinitiv. A empresa também divulgou estimativa de crescimento de Ebitda em 2022, mas, segundo analistas da XP, abaixo do esperado pelo mercado.

- ITAÚ UNIBANCO PN avançava 0,8%, BRADESCO PN ganhava 0,3% e BANCO DO BRASIL ON apontava acréscimo de 1,5%. Já SANTANDER BRASIL UNIT tinha queda de 0,2%.

- VALE ON subia 1,1%, enquanto siderúrgicas operavam mistas, após queda generalizada das ações na véspera puxada pela pressão sob o minério de ferro. A commodity teve seu pior desempenho semanal desde fevereiro de 2020 na bolsa de Dalian, diante de ações regulatórias da China no mercado.

- BTG PACTUAL UNIT subia 1,9% e B3 ON tinha alta de 3%.

PETROBRAS PN e ON caíam 0,6% e 0,8%, respectivamente, com influência de nova sessão negativa para os preços do petróleo. A commodity recuava por causa dos avanços das conversas entre Irã e EUA sobre um potencial acordo nuclear, o que poderia gerar fim de sanções ao Irã e elevar oferta no mercado. Tensões na Ucrânia seguem no radar.

- JBS ON perdia 0,7%, após retirar proposta anunciada anteriormente de adquirir todas as ações ordinárias em circulação da Pilgrim's Pride que não fossem de sua propriedade ou de suas subsidiárias.

- TAESA UNIT subia 1,9%, enquanto NEOENERGIA ON, que não está no Ibovespa, cedia 1,2%, depois de divulgarem resultados do quarto trimestre. ENERGISA UNIT ganhava 0,6%, na sequência de aquisição da Gemini.