PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Omega Energia vê chance de avançar em novos projetos no país e olha EUA

25/02/2022 11h42

SÃO PAULO (Reuters) - A Omega Energia acredita que o mercado brasileiro de energias renováveis continuará apresentando grandes oportunidades para expansão de capacidade de geração em 2022, disse nesta sexta-feira o CEO do grupo, Antonio Bastos.

Em teleconferência de resultados, o executivo avaliou que o ano deverá ser de bons volumes para o mercado livre de energia (ACL), abrindo caminho para que a companhia siga crescendo através de projetos greenfield.

"Aqueles que vão ter mais sucesso em termos de rentabilidade são os que têm ativo bons, portfólio bom, capacidade de execução comprovada, e principalmente habilidade de fazer comercialização. Temos investido muito nisso", disse.

Na quinta-feira, a companhia divulgou junto ao balanço a expectativa de comissionar pelo menos 700 megawatts (MW) de investimentos greenfield ao longo de 2022 e 2023.

A previsão é de que o parque gerador da companhia, juntamente com a aquisição do projeto Ventos da Bahia 3, possa levar o Ebitda anual da Omega para um patamar acima de 1,7 bilhão de reais ao final de 2023.

Ainda durante a teleconferência, Bastos afirmou que a geradora começou a prospectar negócios nos Estados Unidos, mas ponderou que a abordagem da companhia por lá será "bem diferente" da aplicada no Brasil.

"Estamos tateando, vendo se tem alguma oportunidade especial que com a nossa criatividade, nosso conhecimento, a gente consiga deslocar valor sem pôr muito dinheiro... Nesse momento, em termos de alocação de capital, não é nossa prioridade, mas estamos plantando a semente."

A companhia anunciou a internacionalização do negócio no ano passado, quando também realizou uma reestruturação societária.

(Por Letícia Fucuchima)