PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Lucro da empresa de petróleo Enauta sobe 1.000% em 2021, para R$ 1,4 bi

18/03/2022 09h30

SÃO PAULO (Reuters) - A Enauta registrou lucro líquido recorde de R$ 1,4 bilhão em 2021, com impulso dos preços do petróleo Brent e da valorização do seu óleo com baixo teor de enxofre.

Mas a alta de mais de 1.000% no lucro ocorreu principalmente em função do registro do valor da participação adicional de 50% do Campo de Atlanta, no segundo trimestre, e do reconhecimento da venda de Carcará, no quarto trimestre, com recebimento de US$ 144 milhões.

Também contribuiu a produção de Manati, importante campo de gás, responsável por 18% da receita total da empresa.

"O ano de 2021 foi emblemático para a Enauta. Assumimos a totalidade do campo de Atlanta e tivemos sucesso ao iniciar a implantação do Sistema Definitivo, um projeto robusto e um marco para a companhia, que vai ajudar a aumentar a produção nos próximos anos", disse o CEO da Enauta, Décio Oddone, em nota.

"Permanecemos em Manati, reavaliamos o ativo e hoje divulgamos uma nova certificação que atesta um aumento de 54% nas reservas 2P em relação ao ano anterior", destacou Oddone.

No quarto trimestre, o lucro líquido totalizou R$ 690,7 milhões, versus R$ 38,2 milhões no mesmo período do ano anterior.

"Esse resultado é reflexo do aumento da participação no campo de Atlanta e da alta do preço da commodity, que atingiu sua cotação máxima desde 2014, com pico de US$ 86 por barril, em outubro do ano passado", afirmou.

A Enauta encerrou o ano passado com R$ 3 bilhões em caixa, 77,9% superior ao saldo de 2020.

"Desses recursos, 60% foram dolarizados ao final do quarto trimestre, conferindo proteção à capacidade de investimento da empresa para executar sua estratégia de crescimento e expansão do portfólio", disse.

A produção total de óleo registrada pela Enauta no ano passado foi de 6,7 milhões de boe, alta de 18,3% ante 2020. A produção de petróleo aumentou 5,6% e a de gás, 34,8%.

O campo de Atlanta aumentou a produção em 93,5% no quarto trimestre e atualmente produz cerca de 13 mil barris por dia. Já no campo de Manati a produção média diária foi de 3,1 milhões de metros cúbicos no quarto trimestre.

A certificação de reservas da GaffneyCline para o campo de Atlanta, atualizada em 31 de dezembro de 2021, indicou que as reservas 2P totalizavam 105,7 milhões de bbl, um aumento de 9% em relação à certificação do ano anterior, considerando a produção de 2021.

A variação é justificada pela otimização dos custos operacionais e melhorias no plano de desenvolvimento.

No campo de Manati, a certificação indicou que as reservas 2P de 100% do Campo totalizavam 4,2 bilhões de metros cúbicos de gás natural e 0,33 milhão de barris de condensado, que correspondem a cerca de 26,7 milhões de barris de óleo equivalente.

Houve um aumento de 54% em relação à reserva anterior, mesmo excluindo o volume produzido em 2021.

Segundo a companhia, esse incremento foi devido, principalmente, à viabilização de uma nova condição técnica que permitiu o maior aproveitamento das reservas de gás do campo.

(Por Roberto Samora)