PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Fábricas retomam operações no Japão após terremoto, mas Toyota suspende 18 linhas de montagem

Danos em estrada em Shiroishi após terremoto atingir o Japão - Kyodo/via Reuters
Danos em estrada em Shiroishi após terremoto atingir o Japão Imagem: Kyodo/via Reuters

Shinji Kitamura e Satoshi Sugiyama

Tóquio

18/03/2022 09h57

Fabricantes japoneses começaram a retomar a produção no nordeste do país, atingido por um terremoto, mas a Toyota Motor disse que planeja deixar 18 linhas de montagem ociosas por alguns dias na próxima semana devido à escassez de peças.

Por um lado, o dano limitado causado pelo terremoto de magnitude 7,4 destacou o sucesso do Japão na construção de resiliência contra os tremores frequentes que abalam o arquipélago.

Mas o terremoto despertou preocupações de mais interrupções em uma cadeia de suprimentos atingida pela pandemia para componentes de precisão vitais para a produção de eletrônicos e automóveis e na qual os fabricantes japoneses desempenham um papel de liderança.

A Toyota, maior montadora do mundo em volume de vendas, disse que deixará 18 linhas ociosas em 11 fábricas locais, a maioria por três dias.

A montadora havia suspendido as operações em três fábricas devido ao terremoto e vê uma produção perdida de 20.000 unidades por conta das paralisações. A Toyota já reduziu sua meta de produção global devido à escassez de chips.

A Murata Manufacturing Co, principal fornecedora global de capacitores cerâmicos usados ??em smartphones e carros, disse que retomou a produção na sexta-feira em duas fábricas, enquanto duas outras têm previsão de retorno na próxima semana.