PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Ativos da China seguem atraentes a investidores estrangeiros, diz mídia estatal

21/03/2022 09h12

XANGAI (Reuters) - Os sólidos fundamentos econômicos da China, as políticas pró-crescimento e os movimentos contínuos para abrir os mercados tornarão os ativos em iuan mais atraentes para investidores estrangeiros, disse a publicação oficial Securities Times em um artigo nesta segunda-feira.

O jornal oficial China Securities Journal também afirmou que as saídas de capital no curto prazo não mudarão o apelo de longo prazo dos ativos da China. Além disso, 10 empresas de gestão de patrimônio bancário expressaram confiança nos mercados de capitais da China.

O coro de otimismo ocorre depois que o vice-primeiro-ministro chinês, Liu He, prometeu políticas favoráveis ​​ao mercado na semana passada para conter o pânico nas vendas de ações da China, em parte desencadeado por temores de dissociação financeira sino-americana em meio a tensões geopolíticas elevadas.

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, alertou seu colega chinês, Xi Jinping, na sexta-feira sobre "consequências" se Pequim der apoio material à invasão da Ucrânia pela Rússia.

Nos últimos anos, investidores institucionais estrangeiros têm acelerado a alocação de ativos para a China, refletindo sua confiança nos fundamentos econômicos da China, disse o Securities Times nesta segunda-feira.

Com novas políticas sendo implementadas para estabilizar o crescimento, o apelo de segurança dos ativos em iuan só aumentará, segundo o jornal.

Tanto o Securities Times quanto o China Securities Journal apontaram os recentes planos de listagem suíça de empresas chinesas como sinais do compromisso de Pequim em se abrir para investidores estrangeiros.

(Reportagem de Samuel Shen e Andrew Galbraith)