PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Sanções atrasam pagamentos a detentores russos de eurobônus da Rússia

23/03/2022 08h43

(Reuters) - Detentores russos de eurobônus corporativos da Rússia enfrentam atrasos no recebimento de pagamentos através de agentes internacionais, já que as transações são afetadas pelas sanções, afirmaram o Depositário Nacional de Liquidação, empresas e analistas.

Sanções ocidentais e contrasanções de Moscou significam que o processo de pagamento de títulos em moeda forte emitidos pela Rússia ou empresas russas se tornou muito mais complicado, com alguns pagamentos atrasados ou ficando presos em trânsito.

Os pagamentos de eurobônus soberanos e corporativos russos foram anteriormente processados por empresas internacionais como Clearstream e Euroclear, que processam e confirmam a posse dos ativos antes de enviar o dinheiro a detentores ocidentais e então ao depositário para os titulares.

Ambas as empresas disseram que parariam de compensar as operações em títulos russos em resposta às sanções da União Europeia após a invasão da Ucrânia pela Rússia no mês passado.

"Atrasos são possíveis para pagamentos liberados via depositários internacionais", disse o Depositário Nacional em comunicado à Reuters.

"Isso pode estar ligado ao processamento 'manual' das ordens ligadas a empresas russas, bem como à necessidade de conseguir esclarecimentos de reguladores europeus", completou.

A Clearstream e a Euroclear não responderam a pedidos de comentários.

(Reportagem da Reuters; reportagem adicional de Karin Strohecker e Marc Jones em Londres)