PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Ibovespa caminha para melhor trimestre desde 2020 em sessão de estabilidade

31/03/2022 11h43

Por Andre Romani

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa brasileira tinha pouco ímpeto nesta quinta-feira, após abertura mais positiva, pressionado por queda das ações nos Estados Unidos e na Europa.

Weg e Vale estavam entre os destaques de alta, enquanto Cosan, Suzano e Petrobras, ocupavam o outro lado.

Às 11:31, o Ibovespa subia 0,02%, a 120.280,44 pontos. O volume financeiro era de 6,1 bilhões de reais.

O índice marca alta de 6,3% em março, o quarto mês seguido de ganhos, e acumula mo ano avanço de 14,8%, o que seria o melhor trimestre desde o final de 2020.

Pedro Paulo Silveira, gestor na Nova Futura, diz que a manutenção do fluxo estrangeiro, a queda dos juros futuros longos e certo otimismo local ajudam o Ibovespa. "Acho que o mercado está buscando prêmio", diz ele.

A pauta fiscal voltava ao radar doméstico com notícia de que o governo federal traçou cenários com possíveis reajustes a servidores públicos, incluindo uma proposta de aumento das remunerações em 5% a partir de julho deste ano. A proposta traz potencial impacto de 5 bilhões de reais pelos seis meses, informaram à Reuters duas fontes do Ministério da Economia.

O mercado também avalia as possíveis consequências das novas movimentações no xadrez eleitoral, já que o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), avisou aliados e assessores que não pretende mais deixar o cargo para concorrer à Presidência da República, segundo a mídia local.

A taxa de desemprego do país caiu mais do que o esperado pelo mercado.

No exterior, investidores digeriam índice de inflação PCE nos EUA, que avançou 6,4% em 12 meses até fevereiro, o maior desde 1982, enquanto aguardavam pelo payroll na sexta-feira.

A cautela permanece quanto às negociações sobre a guerra na Ucrânia, após otimismo do início da semana desfazer-se.

Os principais índices de ações em Wall Street caíam entre 0,4% e 0,6%.

DESTAQUES

- PETROBRAS PN e ON caíam 0,1% e 0,4%, respectivamente, reduzindo perdas junto com o petróleo Brent. Contratos da commodity cediam mais de 4%, à medida que os EUA avaliam a maior liberação de reservas de sua história. Além disso, a Opep+ manteve o plano para produção em maio e o presidente russo, Vladimir Putin, disse que assinou um decreto para venda de gás a países estrangeiros em rublos a partir de sexta-feira. 3R PETROLEUM ON cedia 2% e PETRORIO ON caía 1%.

- VALE ON operava estável, após subir na abertura com alta de 3,3% no preço do minério de ferro na China. USIMINAS PNA perdia 1,3%.

- MRV ON apontava acréscimo de 1,9%, assim como EZTEC ON, e JHSF ON e CYRELA ON ganhavam 0,6% cada. Além de sessão positiva setorialmente, no caso da MRV houve anúncio de venda de um empreendimento na Flórida por 50,4 milhões de dólares em valor geral de vendas.

- POSITIVO ON mostrava ganhos de 4%, CVC BRASIL ON valorizava-se 2,8% e SOMA ON subia 2%. As ações estão entre destaques de alta na sessão.

- COSAN ON diminuía 2% e VIBRA ON tinha queda de 1,3%.