PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Gol conclui acordo que amplia parceria com American Airlines

Antes do acerto, Gol e American Airlines tinham desde fevereiro de 2020 uma cooperação comercial na forma de codeshare  - Divulgação
Antes do acerto, Gol e American Airlines tinham desde fevereiro de 2020 uma cooperação comercial na forma de codeshare Imagem: Divulgação

Alberto Alerigi Jr.

13/04/2022 18h35Atualizada em 13/04/2022 18h48

A Gol concluiu nesta quarta-feira um novo acordo de codeshare exclusivo de três anos com a American Airlines que verá a aérea norte-americana investir 200 milhões de dólares na brasileira e ter direito a assento no conselho de administração.

Antes do acerto, Gol e American Airlines tinham desde fevereiro de 2020 uma cooperação comercial na forma de codeshare em que os clientes da companhia brasileira podiam voar para mais de 30 destinos nos Estados Unidos.

A conclusão do novo acordo, anunciado no ano passado, prevê a emissão de 22,2 milhões de novas ações preferenciais pela Gol, o que equivale a 5,3% do capital da companhia aérea brasileira. O indicado pela American Airlines no conselho da Gol terá lugar garantido durante a vigência do período de exclusividade no acordo de codeshare.

O término das discussões ocorre num momento de recuperação do setor de viagens no país, diante da flexibilização das medidas de isolamento social para conter a Covid-19, que atingiram em cheio o setor de turismo nacional e global.

A Gol retomará voos para os Estados Unidos em maio, após ter retomado operações internacionais no fim de 2021. O plano de volta dos voos para os EUA, segundo o presidente da companhia, Paulo Kakinoff, envolve uma rota de Brasília até Orlando, com frequência de quatro vezes por semana. Em julho, quando começa a alta temporada, a frequência será diária.