PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Citi projeta desvalorização do real até fim do ano com aperto monetário nos EUA

Vaquinha do dinheiro - Reprodução
Vaquinha do dinheiro Imagem: Reprodução

14/04/2022 18h37Atualizada em 14/04/2022 18h59

BRASÍLIA (Reuters) - A área de pesquisa econômica do Citi espera que o real chegue a 5,19 por dólar até o fim de 2022, desvalorização nominal de 9,5% em relação à cotação mais recente, como resultado do ciclo de aperto monetário do banco central norte-americano, segundo nota divulgada nesta quinta-feira.

O dólar à vista fechou esta quinta-feira em 4,6966 reais.

O real avança quase 19% contra o dólar em 2022 e é a moeda de melhor desempenho no ano dentre as principais. O rali da divisa brasileira é fruto da disparada dos preços das commodities a sucessivos recordes, na esteira dos conflitos na Ucrânia —e aproximadamente dois terços dessa valorização vieram depois da escalada das tensões no país do leste europeu.

Porém, o Citi apontou que a chance de um "assertivo" aperto monetário nos Estados Unidos, com potencial de gerar fortalecimento do dólar e depreciação das commodities, pode afetar negativamente moedas de mercados emergentes, assim como durante o "taper tantrum" de 2013.

No mercado financeiro, "tantrum" é um termo usado em referência a uma violenta reação de investidores a mudanças em condições de liquidez. O episódio mais famoso, que ficou conhecido como "taper tantrum", é de maio de 2013, quando os rendimentos dos títulos do Tesouro norte-americano dispararam após o Fed sinalizar redução de estímulos.

"Uma potencial nova rodada de fortalecimento do dólar e preços mais baixos das commodities podem exacerbar os impactos negativos sobre o real" de um ambiente global menos benigno para mercados emergentes, disse o banco privado.

(Por Victor Borges; edição de José de Castro)